Direito Fundamental à Saúde: Regime Jurídico Constitucional e Exigibilidade Judicial

Luzardo Faria

Resumo


A escolha do constituinte de situar o direito à saúde entre o rol de direitos fundamentais sociais exige uma precisa compreensão do contexto em que está inserido. Faz-se necessário, desse modo, um estudo crítico da teoria dos direitos fundamentais, que prove que o direito à saúde possui um caráter multifuncional, bem como que sofre consequências dos institutos do mínimo existencial, da aplicabilidade imediata e da proteção contra reforma constitucional. Sabendo que é dever do Estado a sua efetivação, deve-se compreender que as omissões ou ações insuficientemente eficazes dos poderes Legislativo e Executivo obrigam a intervenção judiciária, mas também que, ao mesmo tempo, há um limite para esse ativismo judicial. Dessa forma, deve-se buscar uma atuação otimizada entre esse dever de efetivação do direito à saúde e os princípios constitucionais de separação de poderes e igualdade.

Palavras-chave


direito à saúde, regime jurídico-constitucional, exigibilidade judicial

Referências


ALEXY, Robert. Teoría de los derechos fundamentales, 2. ed., Madrid: Centro de Estudios Políticos y Constitucionales, 2007.

ANDRADE, José Carlos Vieira de. Os direitos fundamentais na constituição portuguesa de 1976. Coimbra: Almedina, 2001.

ARENHART, Sérgio Cruz. As ações coletivas e o controle das políticas públicas pelo Poder Judiciário. In: MAZZEI, Rodrigo; NOLASCO, Rita Dias (Orgs.) Processo civil coletivo. p. 504-527. São Paulo: Quartier Latin, 2005. BACELLAR FILHO, Romeu Felipe. Direito Administrativo e o Novo Código Civil. Belo Horizonte: Fórum, 2007.

__________. Governo, políticas públicas e o cidadão. Revista Argentina del Régimen de la Administración Pública, Año XXXIV, nº 408, p. 97-101, sept. 2012.

BANDEIRA DE MELLO, Celso Antônio. Curso de Direito Administrativo. 28. ed. São Paulo: Malheiros, 2011.

BARCELLOS, Ana Paula de. A eficácia jurídica dos princípios constitucionais: o princípio da dignidade da pessoa humana. 3. ed. Rio de Janeiro: Renovar, 2011.

BARROSO, Luis Roberto. Constituição, democracia e supremacia judicial: direito e política no Brasil contemporâneo. Revista Latino-Americana de Estudos Constitucionais. v. 12. Belo Horizonte: Del Rey, 2011.

__________. Da falta de efetividade à judicialização excessiva: direito à saúde, fornecimento gratuito de medicamentos e parâmetros para a atuação judicial. In: Cláudio Pereira de Souza Neto; Daniel Sarmento (Coords.). Direitos Sociais: Fundamentos, Judicialização e Direitos Sociais em Espécie. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2008.

BITTENCOURT NETO, Eurico. O direito ao mínimo para uma existência digna. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2010.

BLIACHERIENE, Ana Carla et al. Acesso a bens de saúde do SUS pela via judicial. In: Interesse Público. ano 13. n. 70. nov./dez. 2011. p. 123-160. Belo Horizonte: Fórum, 2011.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. ADPF 45. Min. Rel. Celso de Mello. Julgamento: 29-04-2004. DJ: 04-05-2004.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. AgRg. no RE 271.286. Rel. Min. Celso de Mello. Julgamento: 12-9-2000. DJ: 24-11-2000.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. AgRegPet 1246-1 (SC). Rel. Min. Celso de Mello. Julgamento: 31-01-1997. DJ: 13-02-1997.

BRASIL. Tribunal Regional Federal (4ª região). Apelação/Reexame Necessário nº 2006.71.04.002215-3/RS. Rel. Des. Fed. Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz. 3ª T. DJe de 25 de set. de 2008.

BRAZ, Kalini Vasconcelos; MONTENEGRO, Sandra. Efetivação do direito à saúde e concessão de medicamentos via ação judicial. In: GUEDES, Jefferson Carús; MAYRINK NEIVA, Juliana Sahione. Publicações da Escola da AGU: temas de direito e saúde. p. 39-56. Brasília: Advocacia Geral da União, 2010.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito Constitucional e Teoria da Constituição, 7. ed., Coimbra: Almedina, 2003.

CLÈVE, Clèmerson Merlin. A eficácia dos direitos fundamentais sociais. In: BACELLAR FILHO, Romeu Felipe; GABARDO, Emerson; HACHEM, Daniel Wunder (Coord.). Globalização, direitos fundamentais e Direito Administrativo: novas perspectivas para o desenvolvimento econômico e socioambiental (Anais do I Congresso da Rede Docente Eurolatinoamericana de Direito Administrativo). Belo Horizonte: Fórum, 2011.

__________. Para uma dogmática constitucional emancipatória. Belo Horizonte: Fórum, 2012.

CORDEIRO, Marina Leiliane Xavier. O direito à saúde e a atuação do Poder Judiciário: breves considerações. In: GUEDES, Jefferson Carús; NEIVA, Juliana Sahione Mayrink. Publicações da Escola da AGU: temas de direito e saúde. p. 85-108. Brasília: Advocacia Geral da União, 2010.

DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de Teoria Geral do Estado. 31. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

DWORKIN, Ronald. Levando os direitos a sério, 3. ed., São Paulo: Martins Fontes, 2010.

FERRAZ, Anna Cândida da Cunha. Conflito entre poderes: Poder Congressual de sustar atos normativos do Poder Executivo. São Paulo: Editora RT, 1994.

HACHEM, Daniel Wunder. A jusfundamentalidade dos direitos sociais para além do mínimo existencial. Artigo apresentado como requisito parcial para aprovação na disciplina "Crítica do Direito Constitucional Moderno", ministrada pelo Prof. Dr. Titular Clèmerson Merlin Clève no 2º semestre de 2011, no Curso de Doutorado do programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná.

__________. A maximização dos direitos fundamentais econômicos e sociais pela via administrativa e a promoção do desenvolvimento. Revista Direitos Fundamentais & Democracia (UniBrasil), v. 13, n. 13, Curitiba, p. 340-399, jan./jul. 2013.

__________. Mandado de Injunção e Direitos Fundamentais: uma construção à luz da transição do Estado Legislativo ao Estado Constitucional. Belo Horizonte: Fórum, 2012.

JUSTEN FILHO, Marçal. Curso de direito administrativo. 9. ed. rev. atual. e ampl. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2012.

LAFER, Celso. A reconstrução dos direitos humanos. São Paulo: Companhia das Letras, 1991.

LIMBERGER, Têmis; SALDANHA, Jânia Maria Lopes. O direito à saúde e sua efetividade: o debate democrático perante o Supremo Tribunal Federal. In: Interesse Público. ano 12. n. 64. p. 105-130. nov./dez. 2010. Belo Horizonte: Fórum, 2010.

NICOLADI, Muriel Clève. A atuação do Poder Judiciário na concretização do direito fundamental prestacional à saúde. In: CLÈVE, Clèmerson Merlin (Coord.). Jurisdição e Questões Controvertidas de Direito Constitucional. Curitiba: Juruá, 2013.

MENDES, Gilmar Ferreira; GONET BRANCO, Paulo Gustavo. Curso de direito constitucional. 8 ed. rev. e atual. São Paulo: Saraiva, 2013.

MORO, Sérgio Fernando. Desenvolvimento e Efetivação Judicial das Normas Constitucionais. São Paulo: Max Limonad, 2001.

NUNES, António José Avelas. Os tribunais e o direito à saúde. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2011.

NOVAIS, Jorge Reis. Direitos sociais: teoria jurídica dos direitos sociais enquanto direitos fundamentais. Coimbra: Coimbra, 2003.PIVETTA, Saulo Lindorfer. Direito Fundamental à Saúde: regime jurídico-constitucional, políticas públicas e controle judicial. Defesa em: 15.03.2013. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná: Curitiba, 2013.

__________. Tutela judicial do direito fundamental à saúde: interpretando a Constituição a partir do projeto democrático brasileiro. In: CLÈVE, Clèmerson Merlin. (Coord.) Jurisdição e Questões Controvertidas de Direito Constitucional. Curitiba: Juruá, 2013.

SANCHÍS, Luis Prieto. Los derechos sociales y el principio de igualdad sustancial. In: BARUFFI, Helder (Org.) Direitos fundamentais sociais: Estudos em homenagem aos 60 anos da declaração universal dos direitos humanos e aos 20 anos da Constituição Federal. p. 167-216. Dourados: UFGD, 2009.

SARLET, Ingo Wofgang. Algumas Considerações em torno do Conteúdo, Eficácia e Efetividade do Direito à Saúde na Constituição de 1988. In: Interesse Público. ano 3. n. 12. out./dez. p. 91-107. Sapucaia do Sul: Notadez, 2001.

__________. A eficácia dos direitos fundamentais: uma teoria geral dos direitos fundamentais na perspectiva constitucional. 11. ed. rev. atual. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2012.

__________. Os direitos fundamentais sociais como “cláusulas pétras”. In: Interesse Público. ano 5. n. 17. jan./fev. p. 56-74. Porto Alegre: Notadez, 2003.

SILVA, José Afonso da. Poder Constituinte e Poder Popular. São Paulo: Malheiros, 2002.

SOUZA, Oziel Francisco de. A efetivação dos direitos fundamentais sociais pelo Poder Judiciário: uma breve análise. São Paulo: All Print Editora, 2008.

TORRES, Ricardo Lobo. O direito ao mínimo existencial. Rio de Janeiro: Renovar, 2009.

WANG, Daniel Wei Liang. Escassez de recursos, custos dos direitos e reserva do possível na jurisprudência do STF. In: SARLET, Ingo Wolfgang; TIMM, Luciano Benetti (Orgs.) Direitos fundamentais, orçamento e “reserva do possível”. 2. ed. rev. e atual. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2010.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0