O Sistema Constitucional Econômico, a Liberdade de Concorrência e as Imunidades Tributárias

Ygor Werner Oliveira

Resumo


O presente trabalho discute os desdobramentos jurídicos e sociais decorrentes da interlocução dialógica existente entre o Sistema Constitucional Econômico, as Imunidades Tributárias e a Liberdade de Concorrência no âmbito do cenário econômico, tributário e concorrencial brasileiro. Se mostrará, ao longo da presente análise, que as normas imunizantes possuem a potencialidade de ser utilizadas na interpretação/aplicação do direito, como mecanismo concretizador de direitos fundamentais e instrumentalizador de objetivos estratégicos do Estado traçados no texto constitucional. Com base na importância e funções específicas das imunidades tributárias e do princípio da livre concorrência, se enfrentará, ao longo desse trabalho, quais as consequências que as Imunidades, quando permitidas, podem acarretar ao cenário da livre concorrência. A explanação tomará como plano de fundo duas situações em que o entrelaçamento entre os Sistemas Econômico e Jurídico, especialmente o Tributário, necessitam de ponderações doutrinárias – mormente quando verificadas hipóteses imunizantes – coadunadas aos objetivos constitucionais e às necessidades sociais. A primeira abordagem será relativa às imunidades das exportações e os créditos acumulados de ICMS, e uma segunda, referente à imunidade das empresas estatais.

Palavras-chave


Palavras-chave: Sistema Constitucional Econômico. Imunidades Tributárias. Livre Concorrência.

Referências


ÁVILA, Humberto. Teoria dos princípios: definição à aplicabilidade dos princípios jurídicos. 8ª ed. São Paulo: Malheiros, 2008.

BALEEIRO, Aliomar. Limitações Constitucionais ao poder de tributar. Atualização e notas de Misabel Abreu Machado Derzi. 7ª ed. Rio de Janeiro: Forense, 2006.

BERCOVICI, Gilberto. Constituição econômica e desenvolvimento: uma leitura a partir da Constituição de 1988. São Paulo: Malheiros, 2005.

BEZERRA, Fabio Luiz de Oliveira. Imunidade do mínimo existencial na tributação do imposto de renda pessoa física. In: Revista dialética de direito Tributário, v. 159, 2008.

BONAVIDES, Paulo. Curso de direito constitucional. São Paulo: Malheiros, 2003.

CANARIS, Claus-Wilhelm. Pensamento sistemático e conceito de sistema na ciência do direito. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2002.

CANOTILHO, J.J. Gomes. Direito Constitucional. Coimbra: Almedina, 1995.

CARVALHO, Cristiano. Teoria do sistema jurídico: direito, economia e tributação. São Paulo: Quartier Latin, 2005.

CARVALHO, Paulo de Barros. Curso de Direito Tributário. 19ª ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

CARRAZZA, Roque Antonio. Curso de Direito Constitucional Tributário. São Paulo: Malheiros, 2007.

COÊLHO, Sacha Calmon Navarro. Teoria geral do tributo e da exoneração tributária. 3ª ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2003.

COSTA, Regina Helena. Imunidades tributárias: teoria e análise da jurisprudência do STF. 2ª ed. São Paulo: Malheiros, 2006.

ELALI, André de Souza Dantas. Tributação e regulação econômica: um exame da tributação como instrumento de regulação econômica na busca da redução das desigualdades regionais. São Paulo: MP Ed., 2007.

FERREIRA SOBRINHO, José Wilson. Imunidade tributária. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 1996.

GRAU, Eros Roberto. Ensaio e discurso sobre a interpretação/aplicação do direito. 4ª ed. São Paulo: Malheiros, 2006.

IGNACIO, Laura. STJ permite redução de IR com créditos de ICMS. In: Associação Paulista de Estudos Tributários. Disponível em: Acesso:05/dez/2009.

MACHADO, Hugo de Brito. Curso de Direito Tributário. 28ª ed. São Paulo: Malheiros, 2007.

MENDONÇA, Fabiano André de Souza. Hermenêutica constitucional da ordem econômica regulatória: princípios. ln: Fabiano André de Souza Mendonça; Vladimir da Rocha França; Yanko Marcius de Alencar Xavier. (Org.). Regulação Econômica e proteção dos direitos humanos: um enfoque sob a óptica do direito econômico. 1 ed. Fortaleza: Fundação Konrad Adenauer, 2008, v. I.

PESTANA, Márcio. O princípio da imunidade tributária. 1ª ed. São Paulo: RT, 2001.

RIBEIRO, Ricardo Lodi. A interpretação da lei tributária na era da jurisprudência dos valores. In: TORRES, Ricardo Lobo. (Org.). Temas de interpretação do direito tributário. Rio de Janeiro: Renovar, 2003.

SEGUNDO, Oswalter de Andrade Sena; FRANCA, Vladimir da Rocha. Estado regulador e Estado empresário: coexistência e possibilidades. ln: Fabiano André de Souza Mendonça; Vladimir da Rocha França; Yanko Marcius de Alencar Xavier. (Org.). Regulação Econômica e proteção dos direitos humanos: um enfoque sob a óptica do direito econômico. 1 ed. Fortaleza: Fundação Konrad Adenauer, 2008, v. I.

SCHOUERI, Luís Eduardo. A imunidade tributária dos cemitérios: templos de qualquer culto. In: Direito Tributário Atual nº 21. São Paulo: Dialética, 2007.

TORRES, Heleno Taveira. Interpretação e integração das normas tributárias: reflexões críticas. In: TORRES, Heleno Taveira. (Org.). Tratado de direito constitucional tributário: estudos em homenagem a Paulo de Barros Carvalho. São Paulo: Saraiva, 2005.

TORRES, Ricardo Lobo. Normas gerais antielisivas. In: TORRES, Ricardo Lobo. (Org.). Temas de interpretação do direito tributário. Rio de Janeiro: Renovar, 2003


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0