APLICAÇÃO DAS EXCLUDENTES DE ILICITUDE DO DIREITO PENAL SOB A ÓTICA DA PROTEÇÃO AMBIENTAL

Renan Lucio Moreira

Resumo


O presente estudo tem por finalidade analisar a aplicação do direito penal como instrumento de proteção ao meio ambiente, mormente quanto à aplicabilidade das causas excludentes de ilicitude, em especial o Estado de Necessidade. Permeia-se ainda sobre a responsabilidade de reparação dos danos efetivamente causados ao meio ambiente, devendo-se observar a responsabilidade civil objetiva do agente. Estuda-se ainda a aplicabilidade da Lei 6.938/81 e Constituição Federal, bem como sua eficácia na contribuição da preservação do meio ambiente.


Palavras-chave


Meio ambiente. Excludente de ilicitude. Estado de necessidade. Crime famélico. Direito penal.

Referências


BRASIL. Código Civil (2002). Lei n.10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Diário Oficial da União, Brasília, 11 jan.2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10406.htm. Acesso em: 13 set. 2015.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília. Senado Federal, 1988. Disponível em: Acesso em: 13 set. 2015.

BRASIL. Lei n. 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Diário Oficial da União Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6938.htm.> Acesso em: 10 set. 2015.

BEDRAN, Karina Marcos; MAYER, Elizabeth. A responsabilidade civil por danos ambientais no direito brasileiro e comparado: teoria do risco criado versus teoria do risco integral. Revista Veredas do Direito, Belo Horizonte, v. 10, n. 19, 2013.Disponível em:. Acesso em 20 out 2015.gandi cell

GRECO, Rogério. Curso de Direito Penal parte geral.14ª Ed. Impetus 2012, Vol. I.

BITENCOURT, Cezar Roberto. Tratado de Direito Penal parte geral. 17ª Ed. Saraiva

MILARÉ, Édis. Direito do ambiente: a gestão ambiental em foco: doutrina, jurisprudência, glossário. 7ª ed., São Paulo. 2011. Editora Revista dos Tribunais


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0