A DIMENSÃO ECOLÓGICA DOS DIREITOS HUMANOS E A REDEFINIÇÃO DO VALOR DO TRABALHO HUMANO

Renata Barbosa Castralli, Vladmir Oliveira Silveira

Resumo


O presente estudo tem por objetivo pesquisar a relação entre a dimensão ecológica dos direitos humanos e a redefinição do valor do trabalho humano da modernidade à pós-modernidade. Inicialmente, analisar-se-á o conceito da dignidade da pessoa humana e o processo contínuo de nascimento dinâmico de direitos humanos, enfatizando a pesquisa na terceira dimensão dos direitos. Em seguida, pesquisar-se-á o valor do trabalho humano do crescimento econômico ao desenvolvimento sustentável. E, ao final, a noção de desenvolvimento e o valor do trabalho, ao longo da trajetória do homem. Valer-se-á da legislação nacional e internacional e da doutrina nacional e estrangeira com vistas a delimitar os institutos e compor uma pesquisa direcionada.

Palavras-chave


Direitos Humanos; Dinamogenesis; Trabalho Humano.

Referências


Referências

BAER, Werner. A Economia Brasileira. Trad. de Edite Sciulli. 4ª ed. São Paulo: Nobel, 1996.

BARBOSA, Denis Borges. Direito da Inovação. Comentários à Lei n. 10.973/2004. Lei Federal da Inovação. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2006.

BARBOSA, A.L.Figueira. Sobre a propriedade do trabalho intelectual. Uma perspectiva crítica. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1999.

BASTOS, Celso Ribeiro. Hermenêutica e Interpretação Constitucional. 2. ed. São Paulo, IBDC, 1999.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Trad. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Joege Zahar Editor, 2000.

BINETTI, Saffo Testoni. Verbete Progresso. In: BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola; PASQUINO, Gianfranco. Dicionário de política. 12. ed. v.2. Brasília: UNB, 2004.

BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Trad. Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.

BODIN DE MORAES, Maria Celina. Danos à pessoa humana: uma leitura Civil-constitucional dos danos morais. Rio de Janeiro/São Paulo: Renovar, 2003.

CANOTILHO, José J. Gomes. Direito constitucional ambiental português e da União Europeia. In: CANOTILHO, José J. Gomes. LEITE, José Rubens Morato. Direito constitucional ambiental brasileiro. São Paulo: Saraiva, 2007.

CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

_____. Introdução à teoria geral da administração. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

COMPARATO, Fábio Konder. A afirmação Histórica dos Direitos Humanos. 2.ed. rev. atual. ampl. São Paulo: Saraiva, 2001.

DÍAZ, Elias. Sociología y filosofía del derecho. Madrid: Taurus, 1982.

FELICIANO, Guilherme Guimarães. Curso Crítico de Direito do Trabalho. Teoria Geral do Direito do Trabalho. São Paulo: Saraiva, 2013.

FERNANDES, Florestan. Mudanças sociais no Brasil: aspectos do desenvolvimento da sociedade brasileira. 3. ed. São Paulo: DIFEL, 1979.

FERRAJOLI, Luigi. A soberania no mundo moderno. Tradução: Carlos Cocciolo e Márcio Lauria Filho. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

FURTADO, Celso. Em busca de novo modelo: reflexões sobre a crise contemporânea. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

_____. O mito do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

GRAU, Eros Roberto. Elementos de direito econômico. São Paulo: RT, 1981.

GRAY, Jonh. Cachorros de palha: reflexões sobre humanos e outros animais. 4. ed. Rio de Janeiro: Record, 2006.

KANT, Immanuel. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. Lisboa: Edições 70, 2003.

MATEO, Ramón Martin. Manual de derecho ambiental. 3. ed. Navarra: Editorial Thomson/Aranzadi, 2003.

MARX, Karl apud STALIN, J. Materialismo dialético e materialismo histórico. Trad. Olinto Beckerman. 3 ed. São Paulo: Global, 1985.

MIRANDA, Jorge. Manual de Direito Constitucional. t.4.Coimbra: Coimbra Ed., 1988.

PAULO VI, Papa. Carta Encíclica Populorum progressio (sobre o desenvolvimento dos povos). São Paulo: Paulinas, 1967.

PERROUX, François. L'economie du XXème siècle. 2. ed., aum. Paris: Presses Universitaires de France, 1964.

PRADO JÚNIOR, Caio. História e desenvolvimento: a contribuição da historiografia para a teoria e prática do desenvolvimento brasileiro. 1ª impressão. São Paulo: Brasiliense, 1999.

RAWLS, John. Uma teoria da justiça. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

REALE, Miguel. Lições Preliminares de Direito. 27. ed. ajustada ao Novo Código Civil. São Paulo: Saraiva, 2002.

REPETTO, Roberto. La Libertad y La Constitución. Buenos Aires: Abeledo-Perrot, 1971.

RIST, Gilbert. Development as Part of the Modern Myth: The Western Socio-Cultural Dimension of Development. The European Journal of Development Research. v. 2, n. 1, junho, 1990.

RISTER, Carla Abrantkoski. Direito ao desenvolvimento: antecedentes, significados e conseqüências. Rio de Janeiro: Renovar, 2007.

ROCHA, Carmen Lúcia Antunes. Constituição e ordem econômica. In: FIOCCA, Demian; GRAU, Eros Roberto (Org.). Debate sobre a Constituição de 1988. São Paulo: Paz e Terra, 2001.

_____. Vida digna: direitos, ética e ciência: In:ROCHA, Cármen Lúcia Antunes (Coord.). O Direito à Vida Digna. Belo Horizonte: Fórum, 2004.

ROULAND, Norbert. Aux Confins du Droit. Paris: Éditions Odile Jacobs, 1991.

SANTOS, Fernando Ferreira dos. Princípio Constitucional da Dignidade da Pessoa Humana. São Paulo: Instituto Brasileiro de Direito Constitucional/Celso Bastos Editor, 1999.

SARLET, Ingo Wolfgang. Dignidade da Pessoa Humana e Direitos Fundamentais na Constituição Federal de 1988. Porto Alegre: Livraria do Advogado Ed., 2010.

_____. Estado Socioambiental e direitos fundamentais. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2010.

SARLET, Ingo Wolfgang. FENSTERSEIFER, Tiago. Princípios do direito ambiental. São Paulo: Saraiva, 2014.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como Liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2010, p. 32.

TAVARES, André Ramos. Curso de Direito Constitucional. 11ª ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

SILVEIRA, Vladmir Oliveira da. ROCASOLANO, Maria Mendez. Direitos humanos: conceitos, significados e funções. São Paulo: Saraiva, 2010.

TELES, Edson Luís de Almeida. Práxis e poiesis: uma leitura arendtiana do agir político. In: Caderno de Ética e Filosofia Política. São Paulo: FFLCH-USP, janeiro/2005, n.6.

TORRES, Ricardo Lobo Torres. Tratado de direito constitucional, financeiro e tributário, vol. II, Valores e princípios constitucionais tributários. Rio de Janeiro, 2005.

VIRALLY, Michel. L'Organisation mondiale. Paris: A.Colin, 1971.

WEIS, Carlos. Direitos Humanos Contemporâneos. 2ª. ed. São Paulo: Malheiros, 2012.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0