Empresas e Direitos Humanos

Patricia Martinez Almeida, Vladmir Oliveira da Silveira

Resumo


O presente estudo sobre empresas e direitos humanos tem por objetivo analisar a mutação do papel da empresa na sociedade de consumo e as responsabilidades advindas desse novo plexo de relações globalmente intermediadas pelas empresas transnacionais. Para tanto, será utilizado o método de abordagem hipotético dedutivo, com base em pesquisa bibliográfica e documental. Como hipótese inicial será adotada a  premissa que tais modificações justificam o dever de observância aos direitos humanos pelas empresas, tal como proposto pela Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, e, como consequência, com a internalização dos custos necessários à prevenção e proteção de tais direitos, em razão do novo adensamento da dignidade humana e do processo de funcionalização do direito.


Palavras-chave


Direito Internacional dos Direitos Humanos; funcionalização do Direito; empresas e direitos humanos.

Referências


BARROS, Ana Sofia. Multinacionais e a deslocalização de indústrias perigosas: ensaio sobre a proteção dos direitos humanos perante o dano ambiental. Lisboa: Coimbra Editora, 2012.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização e as consequências humanas. Tradução Marcus Pencel. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

_______. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Editora Jorge Zahar, 2001.

_______. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadoria.Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.

BECK, Ulrich, 1994 – O que é Globalização? Equívocos do globalismo: respostas à globalização. Tradução de André Carone. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

BENACCHIO, Marcelo. A regulação jurídica do mercado pelos valores do capitalismo humanista. In: Empresa, sustentabilidade e funcionalização do direito. SILVEIRA, Vladmir Oliveira da.; MEZZAROBA, Orides (coord.). São Paulo: Revista dos Tribunais, 2011.

BOBBIO, Norberto. Da estrutura à função:novos estudos de teoria do direito. Tradução Daniela Beccaccia Versiani. Revisão técnica Orlando Seixas Bechara, Renata Nagamine. Barueri SP: Manole, 2007.

BRANCO, Manuel Couret. Economia política dos Direitos Humanos. Edições Sílabo: Lisboa/ Portugal, 2012.

CAMPOS, German José Bidart. Teoría General de los Derechos Humanos. Mexico: Universidad Nacional Autónoma de Mexico, 1989.

CONECTAS. Empresas e direitos humanos. Disponível em http://conectas.org/arquivos-site/Conectas_Princ%C3%ADpiosOrientadoresRuggie_mar2012(1).pdf. Acesso em 10 nov. 2014.

CONTIPELLI, Ernani; SILVEIRA, Vladmir Oliveira da. Direitos econômicos na perspectiva da solidariedade: desenvolvimento integral. Anais do XVII Encontro preparatório para o CONPEDI, Salvador 19-21 junho de 2008.

DONEDA, Danilo. Da privacidade à proteção dados pessoais. Rio de Janeiro: Renovar, 2006.

MENEZES, Wagner. Ordem global e transnormatividade. Ijuí: UNIJUÍ, 2005.

ONU. Relatório do desenvolvimento humano 2000. Disponível em http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/pn000011.pdf. Acesso em 15 nov de 2014.

_______. Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos. Disponível em http://conectas.org/arquivos-site/Conectas_Princ%C3%ADpiosOrientadoresRuggie_mar2012(1).pdf. Acesso em 18 out 2014.

_______. Declaração do Milênio. Disponível em http://www.pnud.org.br/Docs/declaracao_do_milenio.pdf. Acesso em 23 out 2014.

SILVEIRA, Vladmir Oliveira da; ROCASOLANO, Maria Mendez. Direitos Humanos: conceitos, significados e funções: Saraiva, 2010.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0