ESQUECIMENTO E MEMÓRIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO

Flávia Piva Almeida Leite, Monica Walter Rodrigues

Resumo


O direito ao esquecimento ganhou espaço na mídia e trouxe à tona questões relativas à privacidade, liberdade de expressão e direito à informação, cuja ponderação revela-se tendente à proteção aos aspectos da personalidade na sociedade da informação. Entretanto, três aspectos devem ser lembrados: o primeiro; a apontar a relação existente entre a memória e a política, que pode ser pensada a partir dos estudos sobre a memória coletiva apresentada por Halbwachs (1950) e da perspectiva de memória e esquecimento em Nietzsche e Arendt, o que desafia a uma reflexão acerca do interesse público quanto a fatos que compõe a memória coletiva, o segundo; relacionado à analogia entre a memória humana e a memória de máquina a fim de compará-las em duas disposições ao esquecimento e, terceiro; relativo aos interesses políticos e econômicos internacionais presentes nas proposições normativas no contexto de um mercado formado por grandes corporações que se apropriam dos dados presentes na rede.

Palavras-chave


esquecimento; direitos de personalidade; memória

Referências


ARAÚJO, Maria Paula Nascimento, SANTOS, Myrian Sepúlveda dos. História, memória e esquecimento: Implicações políticas. Revista Crítica de Ciências Sociais [Online]. URL:http://rccs.revues.org/728, acesso em 10/09/2014, às 15:35

BARRENECHEA, Miguel Angel de, DIAS, Mário José. Entre a memória e a política: Nietzsche e Arendt na atualidade. Cad. Nietzsche, São Paulo, n. 33, p. 301-326, 2013.

BARROSO, Luis Roberto. Liberdade de expressão versus direitos da personalidade. Colisão de direitos fundamentais e critérios de ponderação. In: SARLET, Ingo Wolfgang (Org.). Direitos Fundamentais, Informática e Comunicação: algumas aproximações. Porto Alegre: Livraria do Advogado Ed., 2007.

BAUMAN, Zigmunt. Vida líquida. Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2007.

DODEBEI, Vera, GOUVEIA, Inês. Memória do futuro no ciberespaço: entre lembrar e esquecer. Revista de Ciência da Informação, 2005, v.9, n.5, p.1-11, out 2008.

FERREIRA, Maria Letícia Mazzucchi. Políticas da Memória e Políticas do Esquecimento. Aurora. Revista de arte, mídia e política [Online], 10:2011. Acesso em 09/09/2014, 13:00.

GONDAR, Jô. Quatro proposições sobre a memória social. In: GONDAR, Jô & DODEBEI, Vera. (orgs.). O que é memória social? Rio de Janeiro: Contra capa, 2005.

HALBWACHS, Maurice. A memória coletiva. Tradução de Laurente Léon Chaffter. São Paulo: Edições Vértice, Editora Revista dos Tribunais: 1990.

LEONARDI, Marcel. Responsabilidade Civil dos Provedores de Serviços de Internet. São Paulo: Editora Juarez de Oliveira, 2005.

MELO, J.C. Regulação do direito ao esquecimento no ciberespaço: heterogeneidade de lealdades no espaço público de postulação de interesses legítimos. Revista de Direito Setorial Regulatório, Brasília, v.1, v.1, v.171-194, maio/15.

MICHELMAN, Frank I. Relações entre democracia e liberdade de expressão: discussão de alguns argumentos. In: SARLET, Ingo Wolfgang (Org.). Direitos Fundamentais, Informática e Comunicação: algumas aproximações. Porto Alegre: Livraria do Advogado Ed., 2007.

OLIVEIRA, Rodrigues Elizabete. Educação e Trabalho. In: RAMOS, Ivone Marchi Lainetti et al. Formação Pedagógica para Docentes da Educação Profissional. São Paulo: Centro Paula Souza, 2007, p.131.

ORWELL, George. 1984. Tradução de Alexandre Hubner, Heloisa Jahn; pósfácios Erich Fromm, Bem Pimlott, Thomas Pynchon. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

PUCCI, B. Teoria crítica e educação: contribuições da teoria crítica para a formação do professor. Espaço Pedagógico, v. 8, p. 13-30, 2001.

RODRIGUES, Cláudio, RODRIGUES, Monica Walter. A memória coletiva e o direito ao esquecimento. Revista dos Anais do VII Congresso Brasileiro da Sociedade da Informação, 2014, vol. 7, 84-90.

SALVATICI, Silvia. Memórias de gênero: reflexões sobre a história oral de mulheres. História Oral. Revista da Associação Brasileira de História Oral, 2005, vol.8, n.1, p.29-42, jan.-jun.2005.

SALVATICI, Silvia. Narrativas de violência no Kosovo do pós-guerra. História Oral. Revista da Associação Brasileira de História Oral, 2005, vol. 8, n. 1, 115-127, jan.-jun.2005.

SAVELSBERG, Joachim J. Violações de direitos humanos, lei e memória coletiva. Tempo Social Revista de sociologia da USP, v. 19, n. 2, p.13-37, nov./2007.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0