Os Tratados Internacionais de Direitos Humanos no Supremo Tribunal Federal Com Considerações do Direito Comparado e Proposta de Revisão Quanto à Incorporação, Hierarquia e Interpretação

Patricia Cobianchi Figueiredo

Resumo


Este artigo tem por fim demonstrar o entendimento do Supremo Tribunal Federal com relação à incorporação, à hierarquia e à interpretação dos tratados internacionais de direitos humanos. Com menção do direito comparado trará proposta no sentido de considerar tais instrumentos internacionais como objetos de interpretação, ao lado das normas constitucionais, um meio para enfrentar o desafio atual de efetivação de tais direitos já reconhecidos fartamente em textos nacionais e internacionais. São direitos materialmente constitucionais e reforçam, complementam ou mesmo inovam o rol dos direitos previstos internamente sem qualquer ofensa à rigidez constitucional. Embora o entendimento majoritário no Supremo Tribunal Federal não se deve obstar a busca por efetiva proteção aos direitos, promovendo interpretação isolada das normas constitucionais desvencilhando-as daquelas dos tratados internacionais recebidos pela ordem constitucional e com meios aptos a solucionar eventuais “conflitos”, o que é mais uma peculiaridade a ser considerada pelo intérprete constitucional.

Palavras-chave: direitos humanos fundamentais; interpretação; convenções internacionais, Supremo Tribunal Federal.

Referências


ARAUJO, Luiz Alberto David; NUNES JUNIOR, Vidal Serrano. Curso de direito constitucional. 11ª ed. São Paulo: Saraiva, 2007.

BARACHO, José Alfredo de Oliveira. Direito processual constitucional. Aspectos contemporâneos. Belo Horizonte: Fórum, 2008.

BARROSO, Luís Roberto. Curso de direito constitucional contemporâneo. Os conceitos fundamentais e a construção do novo modelo. São Paulo: Saraiva, 2009.

BASTOS, Celso. Hermenêutica e interpretação Constitucional. 3ª ed. SP: Celso Bastos, 2002.

BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Trad. Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro: Campus, 1992.

BONAVIDES, Paulo. Curso de direito constitucional. 13ª ed. São Paulo: Malheiros, 2002.

CAFIERO, Juan Pablo. FAUR, Marta Ruth. LLAMOSAS, Esteban Miguel. LEÓN, Juan Méndez Rodolfo Ponce de. VALLEJOS, Cristina Maria Jerarquia constitucional de los tratados internacionales. Fundamentos. Tratados de derechos humanos. Operatividad. Tratados de integración. Acción positivas. Derecho a la via. Derecho de réplica. In: VEJA, Juan Carlos; GRAHAM, Marisa Adriana (Directores). Buenos Aires: Ástrea de Alfredo Y Ricardo Depalma, 1996.

CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito Constitucional e Teoria da Constituição. 4ª ed. Coimbra: Almedina, 2000.

CARVALHO, Márcia Haydee Porto de. Hermenêutica Constitucional – Métodos e princípios específicos de interpretação. Florianópolis. Ed. Obra Jurídica Ltda., 1997.

CAVALCANTI, Themistocles Bandão. Do controle da Constitucionalidade, RJ: Forense, 1966.

COELHO, Inocêncio Mártires. Interpretação constitucional. 2ª ed. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris Editor, 2003.

CARRIÓ, Genaro R. Notas sobre derecho y lenguaje. 5ª reimpresion. Abeledo-Perrot, 1973

DALLARI, Pedro Bohomoletz de Abreu. Constituição e relações exteriores. São Paulo: Saraiva, 1994.

DROMI, José Roberto. La reforma constitucional. El constitucionalismo Del ‘por-venir’. La reforma de La Constitución. In: ENTERRIA, Eduardo Garcia; AREVALO, Manuel Clavero (Directores). El derecho publico de finales de siglo.Una perspectiva iberoamericana. Cidade: Madrid: Civitas: Fundacion BBV, 1997.

FERRARA, Francesco. Interpretação e aplicação das leis. Trad. Manuel A Domingues de Andrade. 3ª ed. Coimbra: Armênio Amado –Editor, sucessor, 1978.

FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Direitos humanos fundamentais. 10ª ed., São Paulo: Saraiva, 2008

FERREIRA, Pinto. Curso de direito constitucional. São Paulo: Saraiva, 1998.

___________. Desobediência civil, direito fundamental. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1994.

GOMES, Luiz Flávio; VIGO, Rodolfo Luis. Do Estado de Direito Constitucional e Transnacional: riscos e precauções (navegando pelas ondas evolutivas do Estado, do Direito e da Justiça). Dir. Luiz Flávio Gomes e Alice Bianchini. Trad. Yellbin Morote García. Vol. III. Coleção de Direito e Ciências Afins. São Paulo: Premier Máxima, 2008.

HÄBERLE, Peter. Hermenêutica constitucional. A sociedade aberta dos intérpretes da Constituição: contribuição para a interpretação pluralista e “procedimental” da Constituição. Trad. Gilmar Ferreira Mendes. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris Editor, 1997.

LAFER, Celso. A reconstrução dos direitos humanos. Um diálogo com o pensamento de Hannah Arendt. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

LUÑO, Antonio E. Perez. Los derechos fundamentales. In: Temas clave de La constitucion española. 5ª ed. Madrid: Editorial Tecnos, 1993.

MAGALHÃES FILHO, Glauco Barreira. Hermenêutica e Unidade Axiológica da Constituição. BH: Mandamentos, 2004.

MAXIMILIANO, Carlos. Hermenêutica e aplicação do direito. 19ª ed., RJ: Forense, 2003.

MAZZUOLI, Valério de Oliveira. Direitos humanos, Constituição e os tratados internacionais. Estudo analítico da situação e aplicação do tratado na ordem jurídica brasileira. São Paulo: Juarez de Oliveira, 2002.

MELLO, Celso D. de Albuquerque. Curso de direito internacional público. 15ª ed. 1º vol. Rio de Janeiro. São Paulo. Recife: Renovar, 2004.

MIRANDA, Jorge. Teoria do Estado e da Constituição. Rio de Janeiro: Forense, 2003.

PIOVESAN, Flávia. Direitos humanos e o direito constitucional internacional. 7ª ed., São Paulo: Saraiva, 2006.

REZEK, Francisco. Direito internacional público. Curso elementar. 10ª ed. São Paulo: Saraiva, 2005.

RAMOS. André de Carvalho. Processo internacional de direitos humanos. Análise dos sistemas de apuração de violações dos direitos humanos e a implementação das decisões no Brasil. São Paulo: Renovar, 2002.

SARLET, Ingo Wolfgang. Dignidade da pessoa humana e direitos fundamentais. 5ª ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007.

___________________. A eficácia dos direitos fundamentais. 7ª ed. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2007.

TRINDADE, Antônio Augusto. Tratado de direito internacional dos direitos humanos. 2º vol. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris Editor, 2003.

VELLOSO, Carlos Mário da Silva. Tratados internacionais na jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. In: AMARAL, Antonio Carlos Rodrigues do (Coord.). Tratados Internacionais na ordem jurídica brasileira. Prefácio José Francisco Rezek. São Paulo: Aduaneiras, 2005.


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0