O Estado federal como modelo matricial de organização política

Leonam Baesso da Silva Liziero

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar a teoria de Daniel Elazar sobre a estruturação do Estado federal enquanto modelo matricial de organização política. Realizar-se-á, inicialmente, uma análise semântica do termo “federal”, essencial para a compreensão da essência valorativa que fundamenta tal forma de Estado. Em seguida, passa-se ao estudo das categorias propostas por Elazar, em especial ao modelo matricial que se estrutura por células em um mesmo quadro, como uma matriz matemática na qual os diversos núcleos de poder se comunicam. Finalmente, verificar-se-á o Estado federal no mundo contemporâneo e como a teoria de Elazar pode servir de parâmetro para a análise desta forma de Estado.


Palavras-chave


Estado federal; Modelo matricial; Daniel Elazar; Federalismo; Federação.

Referências


BALDUS, Christian. Vestigia pacis. The Roman peace treaty: structure or event? In: LESAFFER, Randall. Peace treaties and international law in european history: From the Late Middle Ages to World War One. New York: Cambridge University Press, 2004.

BOBBIO, Norberto. Estado, gobierno y sociedad: por una teoría general de la política. Traducción de José F. Fernández Santillán. México: FCE, 1989.

______. Teoria Geral da Política. Tradução de Daniela Beccaccia Versiani. Rio de Janeiro: Elsevier, 2000

BURGESS, Michael. Comparative federalism: Theory and Practice. London: Routledge, 2006.

______. Federalism. In: WIENER, Antje; DIEZ, Thomas. European integration theory. New York: Oxford University Press, 2009.

CASAVOLA, Francesco Paolo. Dal federalismo ala sussidiarietà: le ragioni di um princípio. Il Foro Italiano, v. 119, n. 4, 1996.

CORWIN, Edward S. The Passing of Dual Federalism. Charlottesville. Virginia Law Review, v. 36, n. 1, Febr. 1950.

CREVELD, Martin van. Ascensão e declínio do Estado. Trad. Jussara Simões. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

DICEY, Albert Veen. Introduction to the study of the law of the constitution. Indianapolis: Liberty Fund, 1982.

ELAZAR, Daniel J. Contrasting Unitary and Federal Systems. International Political Science Review. Camberra, v.18, n. 3, pp.237-251, 1997.

______. Exploring federalism. Tooscalosa: Alabama University Press, 1991.

FINER, Samuel E. Governo comparado. Tradução de Sérgio Duarte. Brasília: Editora UnB, 1981.

HERMANY, Ricardo. (Re)discutindo as Políticas Públicas no Espaço Local: Interconexões entre Federalismo, Subsidiariedade e Direito Social no Brasil. In: MAUÉS, Antonio Moreira. Federalismo e constituição: estudos comparados. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2012.

HORTA, Raul Machado. Direito Constitucional. 3ª ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2002

LIZIERO, Leonam Baesso da Silva. Estado federal no Brasil: o federalismo na Constituinte de 1987/1988 e a descentralização pela assimetria. Florianópolis: Empório Modara, 2018.

MAUÉS, Antonio Moreira. Justiça Constitucional e Espaço Constitucional Infranacional: os Casos de Espanha e Brasil. In: MAUÉS, Antonio Moreira. Federalismo e constituição: estudos comparados. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2012.

MIRANDA, Jorge. Teoria do Estado de da Constituição. Rio de Janeiro: Forense, 2005.

PALEKER, S. A. Federalism: A Conceptual Analysis. The Indian Journal of Political Science. Vol. 67, nº 2 (Apr-Jun), pp.303-310, 2006.

SCHULTZE, Rainer-Olaf. Federalismo. In: O federalismo na Alemanha. n. 07, São Paulo: Fundação Konrad Adenauer- Stiftung, 1995.

SILVA, José Afonso. Estados Federados no Federalismo Brasileiro. In: VALADÉS, Diego; SERNA DE LA GARZA, José Maria. (Coord.) Federalismo y regionalismo. México: UNAM, 2005.

STEIN, Michael; TURKEWITSCH, Lisa. The Concept of Multi-level Governance in Studies of Federalism. Paper Presented at the 2008. International Political Science Association International Conference. Concordia University, Montréal, 2008.

TARR, G. Alan. Introduction: constitutional origins, structure, and change. In: KINCAID, John; TARR, G. Alan (Org.). A global dialogue on federalism: constitutional origins, structure, and change in federal countries. London: McGill-Queen’s University Press, 2005.

WATTS, Ronald. Comparing federal systems in the 1990s. Ontario. Queen’s University Press, 1996.

WEBER, Max. Economia e sociedade. Brasília: Editora UnB, 2007.

ZIEGLER, Karl-Heinz. The influence of medieval Roman law on peace treaties. In: LESAFFER, Randall. Peace Treaties and International Law in European History: From the Late Middle Ages to World War One. New York: Cambridge University Press, 2004


Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 

Thesis Juris

 

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma  Licença Creative Commons Attribution 4.0